Menu principal
 

Informações Gerais

Denominação do Curso: Licenciatura em Ciências Agrícolas
Titulação: Licenciado em Ciências Agrícolas
Modalidade: Ensino presencial
Turno: Noturno
Períodos: 8 semestres (4 anos)
Carga horária total: 2.800 horas
Atividades acadêmicas: 2.080 horas
Estágio: 440 horas
Atividades complementares: 200 horas
Número de vagas: 40 vagas
Forma de ingresso: ENEM

Apresentação

O curso de Licenciatura em Ciências Agrícolas, oferecido pelo Instituto Federal Catarinense Campus Araquari, oportuniza ao acadêmico a possibilidade de cumprir um importante papel ao habilitar profissionais para exercerem a docência na área das ciências agrárias em cursos nos distintos níveis e modalidades de ensino. A formação proporcionada pela LICA oferece ainda ao egresso a oportunidade de maior desenvolvimento de habilidades interpessoais, de gerenciamento e relacionamento das áreas agrícolas, para assim solucionar questões inerentes à educação e aos problemas sociais e conjunturais presentes no meio rural brasileiro.

Diferenciais do Curso

O Licenciado em Ciências Agrícolas diferencia-se dos demais profissionais oriundos de cursos de bacharelado da grande área das ciências agrárias, por possuir uma forte formação técnico-pedagógica. Isto resulta em um perfil profissional eclético, com maiores conhecimentos e habilidades para o relacionamento interpessoal, o que é essencial para o trabalho em equipes multidisciplinares, bem como para executar atividades que envolvam intervenções em comunidades urbanas e rurais. O curso também cumpre importante papel frente à política de educação do campo e o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária – PRONERA, entre outros dispostos do Decreto 7.352, de 4 de novembro de 2010.

Atuação Profissional

Em sua atuação profissional, o Licenciado em Ciências Agrícolas pode exercer mudanças diretas e indiretas que atendem à expectativa de melhoria da qualidade de vida da comunidade local e da sociedade como um todo, com a possibilidade de imersão profissional em:

  • Organizações de ensino formal e não formal nos distintos níveis e modalidades do ensino das ciências agrárias;
  • Órgãos públicos e privados de agricultura, planejamento, meio ambiente e assuntos fundiários;
  • Propriedades rurais;
  • Organizações governamentais e não-governamentais;
  • Instituições de pesquisa e desenvolvimento rural;
  • Órgãos ambientais;
  • Instituições de extensão rural;
  • Cooperativas agrícolas;
  • Ensino no Campo.